Browsing Category

Fichas de Degustação & Combinações gastronômicas

capa-guia-basico-vinho
Fichas de Degustação & Combinações gastronômicas, Vinhos

Guia Básico para degustação de vinhos

Ola queridos leitores,

Alguns já conhecem o serviço do vinho a algum tempo, porém a outros entrando nesse maravilhoso mundo todos os dias.

Pensando em nossos novatos, segue a baixo um guia prático e básico para degustação de vinhos. Ele está em espanhol, porém as imagens ajudam na tradução 🙂 .

Espero que inspire vocês a se aprofundar cada vez mais nessa bebida que nos propicia cada vez mais benefícios.

Abraços a todos!!!!

guia-baico-degust-vinho

trufa 02
Fichas de Degustação & Combinações gastronômicas

Trufas de chocolate ..combinam com vinho

Olá,

A pouco tempo raramente combinavam chocolate com vinhos. Era uma mistura arriscada e de difícil harmonização. Porém estamos mais arriscados, queremos novos sabores, novas harmonizações e não temos medo. Se der errado, simplesmente basta não fazer mais!!!

Trago para vocês uma receita de trufas de chocolate meio amargo, quem não gosta de trufas? Eu amo, principalmente estas banhadas em cacau, parecem que me pedem para dar uma mordida 🙂 hehehehe.

Devido as trufas serem de chocolate meio amargo, combinam muito bem com um vinho shiraz, indico um J.P. Chenet, que gosto bastante ou um Casillero Del Diablo para quem não quer arriscar em outras nacionalidades.

Receita de Trufas de Chocolate

Ingredientes:

200 gr. de chocolate amargo bem picado;

02 colheres de sobremesa de manteiga (sem sal) – em temperatura ambiente;

2 1/2 colheres de sobremesa de cacau em pó;

01 colher de sobremesa de mel;

2/3 creme de leite culinário.

Modo de preparo:

Derreta o chocolate picado em banho maria até que não haja mais pedaços de chocolate;

Em uma panela, á fogo moderado, coloque o mel e o creme de leite. Cuidado para que a mistura não ferva;

Assim que a mistura estiver pronta, retire do fogo e e misture a metade dela com o chocolate derretido, trabalhe rapidamente com uma colher até obter um creme homogêneo e brilhante. Aos poucos adicione o restante da mistura;

Coloque a manteiga nesta mistura final e mexa até que tudo esteja bem misturado – homogêneo;

Transfira do bowl para uma forma quadrada, forrada com papel manteiga, cubra com papel filme e leve para a geladeira por pelo menos 03 horas.

Após, retire da geladeira e com a ajuda de uma colher ou boleadeira faça pequenas bolinhas e mergulhe-as no cacau em pó.

!! Pode-se também utilizar, pistache, amêndoa,… picados para embelezar as trufas. Solte a imaginação!!!

Após guarde.

Espero que tenham gostado desta deliciosa receita, a final mulher, vinho e chocolate é uma combinação mais que perfeita!! 😉 heheheh.

Abraços leitores e leitoras.

trufa 01

 

tartellete-salgada-
Fichas de Degustação & Combinações gastronômicas

Mantenha a forma no inverno

Olá pessoal,

Nada de escapar da forma no inverno!!!!! Apesar do frio, das chuvas e da tamanha falta de sol aqui no sul, não podemos deitar os cabelos. Estamos cercados por galeto, massa, polenta, fregolá, e inúmeras outras comidas super “pesadas”. Lembre-se que aquele biquíni maravilhoso deverá estar acompanhado de um corpo tão maravilhoso quanto. hahahahahahah 🙂 🙂

Para manter a dieta, passo hoje uma receita bem levinha de tartelettes, combinadas com vinhos, é claro! A de hoje é salgada, mas você pode fazer doces com frutas por exemplo. Além de ser magrinha, pode ser consumida por celíacos.

 

Ingredientes da crosta:

300 gramas de quinoa pré cozida e bem coada;

01 ovo inteiro.

Ingredientes do Recheio:

160 gramas de ervilhas frescas branqueadas (fervidas em água com sal e logo após colocar em água com gelo);

150 gramas de espinafres cortados grosseiramente;

80 gramas de queijo feta;

05 ovos

01 mão cheia de tomates cereja cortados ao meio;

01 pimenta chilli;

01 cebola;

01 colher de sobremesa de folhas de hortelã;

01 colher de manteiga;

sal e pimenta á gosto.

Preparação:

Pré aqueça o forno a 180°C;

Cozinhe a quinoa e coe bem. Deixe esfriar.

Em um bowl junte a quinoa e um ovo, tempere com sal e pimenta. Ela deve ficar homogênea e não quebradiça;

Coloque a massa em forminhas (cuidado para não ficar muito fina);

Cozinhe-as no forno por aproximadamente 12 minutos. Retire e deixe esfriar.

Para fazer o recheio, branqueie as ervilhas. Em uma panela, coloque a manteiga e refoque as ervilhas, cebola e a pimenta chilli. Reserve.

Junte as folhas de espinafres, o hortelã e a mistura refogada dentro das tartelettes.  Coloque o restante dos ovos sobre o recheio e leve novamente ao forno, por cerca de 05 minutos.

Retire e sirva!

Para harmonizar, indicamos um chenin clanc ou rosé- vinhos com balanço entre leveza e acidez.

Aproveitem 🙂

Abraços.

 

 

modelo-mesa
Fichas de Degustação & Combinações gastronômicas

Um pouco de etiqueta…

Olá apreciadores e apreciadoras,

Vai dar alguma festa em casa, convidar os sogros para jantar, ou a mulher/ homem da sua vida e precisa de algumas dicas de como organizar a mesa, pegar o cálice…..Ufa!!!Nós te ajudamos, porque na verdade, é muito simples. Lembre-se, melhor do que ficar nervoso para fazer tudo certinho, é se sentir confortável e os erros passarão desapercebidos, essa é a primeira dica 😉

Percebemos no cotidiano que algumas pessoas seguram o cálice no “bojo”( parte maior), e outras na haste. Na verdade não existe certo ou errado, e nem aquela coisa de ” vocês estará aquecendo o vinho se pegar no bojo”. Ninguém tem o super poder ainda, até onde eu saiba, de ficar tão quente nas mãos  ponto de conseguir essa proeza!!!! Na verdade, fica mais elegante segurar na haste porque do contrário o cálice ficará cheio de marcas de dedos, o que achamos nada agradável. Além do mais fica muito mais fácil para manusear, caso queira fazer o charminho de “girar” o vinho.

A baixo segue um pequeno guia, caso você sirva outras bebidas, além do vinho….

correctelly-drink-

Outro ponto é como arrumar a mesa da forma mais correta. A baixo segue uma imagem para te ajudar. Há forma formal e informal, dependendo do que você pretende.

Algumas dicas importantes são:

  • Sabe os dois talheres que ficam acima do prato, são para a sobremesa.  O que você utilizará como “faca” (para cortar o doce) fica com o cabo virado para as facas e o outro que será levado até a boca, o cabo virado para os garfos.
  • Existem diversos modelos de garfos. Aquele que possui a  forca do meio mais funda é para peixe e frutos do mar. Normalmente a faca também será diferente e terá uma forca na ponta.
  • Na quantidade de talheres, os garfos geralmente são somente dois, e começa utilizando de fora para dentro. Caso o garçom passe para recolher o prato da salada, os garfos que você utilizou vão junto.
  • E o guardanapo? É o paninho branco pra lá e pra cá, hehehehe. Ele deve ser colocado no colo, dobrado ao meio e com a abertura para você. Assim quando for limpar a boca utilizará a parte de dentro. Precisando sair da mesa, coloque-o ao lado do seu prato.

Caso tenham dúvidas, ou queiram mais dicas deixem uma mensagem que ajudarei vocês!

how-organize-correctely-the-table

Abraços!!! 🙂 🙂

 

chocolateevinho
Fichas de Degustação & Combinações gastronômicas

Degustando chocolate com vinhos

Oie! 🙂

Os apreciadores de vinhos sabem o quanto é difícil harmonizar esses dois. A seguir vou dar algumas dicas, para te ajudar a uni-los e poder ter o máximo de sabor. Afinal, chocolate é uma delicia e o vinho não passa por menos, ainda mais no inverno. 🙂

Primeiramente, é bem fácil, o tom do vinho segue o tom do chocolate, sendo assim, chocolates brancos com vinhos brancos e pretos com vinhos mais escuros. Isso se deve porque os vinhos mais escuros tem mais tanino dando a contrapartida ao chocolate.

Outra forma é a doçura, geralmente chocolates mais brancos tem mais açúcar que os escuros, fazendo com que os brancos combinem mais com os doces brancos e os darks com vinhos mais encopados tintos. Segue uma imagem á baixo para exemplificar:

chocolatesdoces

Assim a dica que deve ser levada em consideração ao harmonizar essa duplinha será: Considerar sempre doçura e cor.

Abraços 🙂

Chocolate quente com vinho
Fichas de Degustação & Combinações gastronômicas

Chocolate quente com vinho

Olá,

Para este frio que nos cerca, nada melhor que nos recolhermos em casa e chamarmos os melhores amigos para dividir um queijo e um vinho.

Nas andanças da internet encontrei uma receita bem diferente, para degustar ou servir de sobremesa. A baixo segue a receita, bem fácil, de um chocolate quente com vinho.

Receita de Chocolate quente e vinho:

Ingredientes:

1/3 Xícara de chocolate preto em pedaços grosseiros;

1 1/2 Xícaras de leite;

1 Xícara de vinho tinto.

Modo de preparo:

Derreter o chocolate em banho maria ( colocar uma tigela em uma panela com água quente, acrescentando o chocolate na tigela); Também pode ser derretido no microondas, fazendo tempos de 30 segundos para não queimar o chocolate, até que esteja derretido.

Em uma panela em fogo brando, acrescentar o chocolate derretido, e os outros ingredientes, mexendo até que fique homogêneo.

Espero que gostem e provem essa delicia, pois todas as mulheres que adoram vinho, adoram fazer a combinação chocolate+vinho 🙂 😉

Beijos,

azeite-de-olivs-in-natura
Fichas de Degustação & Combinações gastronômicas

O Azeite de Oliva e o vinho

Olá queridos leitores!

Trago para vocês hoje um pouco do azeite de Oliva, que assim como o vinho existe todo o cuidado para a produção e cuidado na qualidade final.

Os benefícios são bem parecidos com os do vinho, ajudando na prevenção de ataques cardíacos e diabetes, o óleo degustado com uma boa taça irá ajudar na manutenção da saúde de vocês, leitores!

Então, com é feito? O azeite de oliva é obtido através do processo de maceração e depois passado para uma centrifuga. Esse processo irá resultar na obtenção do óleo e água, sendo que a água será removida. Somente 30% da produção acaba no extrato. Assim como o vinho, esse extrato poderá oxidar, então será neutralizado.

No caso do azeite de oliva puro não é misturado outros químicos ou azeites de oliva de outras temporadas ou países, tal como ocorre no azeite de oliva refinado, não indicado para o consumo devido a falta de benefícios.

Grandes vinhos passam anualmente por concursos para receberem certificações de sua qualidade. Isso também ocorre com os azeites de olivas. A maior entidade é a New York International Olive Oil Competition, onde os vencedores são divulgados no site bestoliveoils.com

Entre tantas marcas como saber se o azeite de oliva é de boa qualidade. Primeiramente existem marcas que são reconhecida pela sua qualidade, segundo você poderá observar o aspecto do azeite virando a garrafa contra a luz e analisando as informações do rótulo. Outra dica que posso dar é compra-lo, pois nem sempre podemos confiar nos rótulos e degusta-lo.

Como degustar o azeite de oliva?

Comparando com os vinhos, novamente, podemos degustar o nosso azeite de oliva e ter a percepção de sua qualidade através dos aromar que serão exalados. A baixo uma forma de degusta-lo:

despeje um pouco em um pequeno cálice, ou em um hamekim, algo que você possa manusear facilmente e caiba em sua mão. Coloque uma das mãos em baixo do cálice, aquecendo-o e a outra sobre, cobrindo-o. Espere alguns minutos e leve-o ao nariz.

Os aromas de um bom azeite de oliva, deverá ser de azeitonas frescas, grama,maçãs e bananas.

Os aromas de um azeite de oliva de baixa qualidade ou estragado será de papelão, mofo, vinagre e lama.

Abraços queridos!

testando-azeitedeoliva

Fichas de Degustação & Combinações gastronômicas

Conectando o vinho com os Emojis

Olá!

Como o título já diz, estamos sempre conectados! Seja através do celular, do computador, do tablet ou o que der. Queremos estar á par do que está acontecendo no mundo. Para a praticidade encurtamos os textos com os emojis. Que são uns desenhos mais adoráveis que os outros não é mesmo?

Encontrei esse infográfico (sim adoro eles!) com combinações gastronômicas e aromas. Ele é bem prático e feito com emojis. Muito fofo!

infrografico-combinacoes-aromas-emojis

 

leyda-capa
Fichas de Degustação & Combinações gastronômicas

Ficha de Degustação- Leyda

Oieee…

Entre um vinho e outro, nada com o o Chileno. A degustação foi voltada para o Leyda Reserva. Segue uma Ficha básica para auxiliar você na hora de degustar.

 

Ficha de Degustação:

Nome do vinho/ Produtor:  Leyda Reserva

Uva’s: carménère

Safra: 2012

Graduação alcoólica: 14°

Origem:  Vale Colchagua- Chile

Exame Visual:  vermelho violáceo.

Olfativo: amora, frutas vermelhas e um pouco de vegetal.

Gosto: frutas vermelhas e apresentou um pouco de amargor.

Tato: possui um pouco de acidez.

!! Esse vinho passa por barrica de carvalho durante 08 meses.

LEYDA-CHILE-SAFRA 2012