Monthly Archives

setembro 2015

VINHOS-NO-MAR
Vinhos

No estilo pequena Sereia do fundo do mar!


Olá!

Fico emocionada com a capacidade das Adegas quando descobri das caves subterrâneas. Esses vinhos, encontrados mais facilmente na Espanha, levam o tempo que levariam nas barricas de carvalho a baixo do mar dentro das garrafas.

Ainda não tive o prazer de provar, porém me deixou muito curiosa essa nova ideia. Acredito que tudo tenha começado com a Sra. Veuve Clicquot, quando há um tempo atrás encontraram garrafas de champanhe ainda bebíveis em um naufrago.

Assim se começou os estudos de que impacto pode se ter o mar sob os vinhos.

Lendo alguns artigos espanhóis e vendo algumas matérias na TV do mesmo país, o único lugar onde encontrei algo sobre o assunto, os comentários são que o fundo do mar, por conseguir manter uma temperatura constante, ter pouca luminosidade, e também ter a umidade controlada, consegue substituir uma cave de terra.

As espumantes, além do sabor do pão tostado, do croissant, entre outros  já conhecidos, adquire o leve sabor de frutos do mar, são também mais frutados, frescos e  equilibrados, porém o aroma permanece o mesmo que em terra firme! As adegas espanholas mostram que o vinhos amadurecem mais rápido devido a contra pressão que exerce a água.

Há duas empresas, que encontrei, que fazem o serviço de levar os vinhos para baixo do mar, são Bajoelagua Factory e Laboratorio Submarino de Evejecimiento de Bebidas. Alias, as garrafas que vão para o fundo do mar são escolhidas a dedo, somente a melhor safra.

Estou esperando para provar essa novidade, acredito que será algo único ao paladar. Difícil será encontrar algo assim pelo Brasil, pois as adegas fazem questão de comercializar essas garrafas somente ao consumidor final em pequenas quantidades!

Aaaaa, também adorei como a garrafa fica, com os corais ou resquícios do mar nela, de se guardar!

Aguardo e vocês?

VINHOS-NO-MAR

 

IMG_6660

Vinhos

Memória Olfativa- hora de criar a sua!

Oie 🙂

Ás vezes sentimos o cheiro de um tomate, mas sabemos que aquilo é um tomate pois estamos, tocando e visualizando.

Talvez seja difícil para alguns sentir os aromas nos vinhos, pois afinal não estamos visualizando. Por isso a memória olfativa é tão importante para poder sentir o aroma deles. Basta você treinar ela e em algum dia você estará mestre, como andar de bicicleta ou roller, de tanto cair você aprende o que tem que fazer para dar certo.

Eu desenvolvo a memória olfativa, simplesmente sentindo o cheiro de tudo, frutas, verduras, leguminosas, grãos, pratos prontos, pães, cigarro, árvores,etc… Fecho os meus olhos e sinto o cheiro, pois acredito que você tem que excluir um sentido para poder aguçar outro, faça o treino e vá se conhecendo, veja qual a melhor forma de criar a sua. Fiz desta forma pois não visualizamos as frutas ou outros condimentos nos vinhos, simplesmente sentimos o cheiro deles.

Por exemplo pego um morango ou qualquer coisa que vou saborear, fecho os meus olhos e digo para mim, isso é um morango, o cheiro de um morango, assim não visualizo mas sei que será o cheiro de um morango quando sentir em um vinho.

Vai chegar um momento que você criará um “arquivo de aromas” e você abrirá uma garrafa de vinho e já de cara, vai sentir o cheiro de baunilha, chia, pão torrado, entre outros. Como tudo nesta vida, depende de treino.

E não me adianta comprar os kits de aromas, pois eles não terão o real aroma das coisas, aquele óleo, talvez, foi extraído, prensado, macerado, passado por um longo processo e guardado em um vidrinho. Realmente acredito que parar na fruteira será mais produtivo e barato!

Espero que tenha encorajado vocês 🙂 😉

 

Até mais,

Haromas do vinho

 

revlon bordeaux wine
Beleza

Bordeaux no vidrinho


Olá!!

Que delicia ter cheiro de vinho por todos os lados, não?

Estava louca para provar este esmalte da Revlon- Bordeaux, essa é uma linha especial com essências especiais. Lançado no final de 2013 nos Estados Unidos, chegou no Brasil somente no fim do ano passado.

Digamos que a cor é de um bom bordeaux, um vermelhão bem bordô mesmo, a fixação é ótima, dura uma semana tranquilo, inclusive o cheiro gostoso; Esse, não podemos dizer tão Bordeaux assim! Ele tem o cheiro de um vinho normal, aqueles de happy hour, de beber conversando com os amigos e não para degustar.

Digamos que é um grande feito ter um esmalte tão singular, que abrange um tema que cada dia trás mais apaixonados. Não vamos exigir demais e pedir o cheiro de um bom Bordeaux.

Parabéns a Revlon por trazer o aroma dos cálices e a cor vermelho rubro as nossas mãos branquinhas nesse inverno. Até da uma cor! 🙂

 

Abraço a todas 😉